Home / Espaço / NASA está voltando à Lua, mas inicialmente com exploradores robóticos

NASA está voltando à Lua, mas inicialmente com exploradores robóticos

NASA-está-voltando-à-Lua-mas-inicialmente-com-exploradores-robóticos

Em dezembro do ano passado, o presidente Donald Trump assinou uma ordem para que a NASA voltasse a explorar a Lua com uma missão tripulada, coisa que não acontece desde o fim das missões Apollo. Mas, agora, a agência espacial começou a preparar uma série de missões robóticas para 2019 com nosso satélite natural como destino, tudo isso antes de levar a humanidade mais uma vez para lá.

De acordo com a NASA, tais missões entregarão instrumentos e novas tecnologias à superfície lunar, prevendo projetos científicos que serão conduzidos por lá nos próximos anos. “Essas ferramentas fornecerão dados científicos importantes sobre vários locais de pouso e ajudarão a NASA a entender melhor o ambiente lunar”, explicou Dennis Andrucyk, vice-administrador associado do Diretório de Missões Científicas da NASA.

Até então, os Estados Unidos são o único país a ter realizado, com sucesso, missões tripuladas à Lua, com a última acontecendo em dezembro de 1972 (a Apollo 17). Nos anos seguintes, a NASA se concentrou em estudar o restante do Sistema Solar, enviando naves, satélites e sondas para nosso quintal espacial e fazendo descobertas históricas. Ainda, reuniu esforços para administrar a Estação Espacial Internacional, onde astronautas conduzem experimentos nas órbitas baixas da Terra.

E um retorno à Lua faz sentido nos dias atuais. Afinal, a tecnologia e a ciência evoluíram a passos largos desde as missões Apollo, e certamente novas missões com o satélite natural da Terra como destino proporcionarão ainda mais avanços em nosso entendimento sobre a Lua — e, consequentemente, sobre a Terra e o Sistema Solar.

Só que os EUA não são a única nação com isto em mente. A iniciativa privada também está de olho na exploração espacial, e uma empresa japonesa recentemente declarou que quer usar robôs para construir uma base fixa lunar, iniciando, por lá, uma colônia que, depois, pode receber moradores humanos.

Fonte: Geek.comNASA

Deixe seu comentário

Você pode Gostar de:

SpaceX fecha contrato com Força Aérea dos EUA para transporte de cargas

Não há dúvidas de que o modelo de negócios da SpaceX, ao reutilizar seus foguetes …

error: Content is protected !!